Mais de um milhão crianças traficadas em todo o mundo

União Europeia e África do Sul são alguns dos destinos dos menores

18 setembro 2003
  |  Partilhar:

Mais de um milhão de crianças são traficadas anualmente em todo o mundo, tendo como destino o trabalho forçado ou a exploração sexual, segundo dados da Federação Internacional Mundo dos Homens divulgados quinta-feira em Bruxelas.
 

 

Moçambique é um dos países apontados pela organização como local de origem e passagem de numerosos menores, provenientes de países como o Zimbabué, que são levados para a África do Sul para trabalhar na agricultura e nas minas.
 

 

O coordenador da Campanha Internacional contra o Tráfico de Crianças, Boris Scharlowski, disse à Lusa que o número de crianças nesta situação é difícil de apurar, dado que, se muitas são forçadas, outras chegam livremente, com promessas de um trabalho com condições.
 

 

Na União Europeia (UE), são anualmente vendidas 120 mil crianças e mulheres, provenientes dos países da Europa de Leste (Rússia, Ucrânia e Roménia), África (Serra Leoa e Nigéria) e Ásia (China e Afeganistão), especialmente para a Alemanha, Grécia, Itália e França.
 

 

A associação não tem dados sobre Portugal, mas Boris Scharlowski não hesita em afirmar que «todos os Estados-membros da UE estão directamente afectados pelo tráfico humano, seja como países de origem, trânsito ou destino».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.