Mais de nove mil obesos morreram desde 2004

Dados da Associação de Obesos e Ex-obesos de Portugal

04 julho 2010
  |  Partilhar:

Desde 2004 mais de nove mil pessoas morreram em Portugal devido a problemas relacionados com a obesidade enquanto aguardavam consulta ou tratamento, de acordo com a Associação de Obesos e Ex-obesos de Portugal (ADEXO).

 

Carlos Oliveira da ADEXO afirmou ao jornal “Público”, a propósito do Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade, que se comemorou no passado sábado, “Estamos de luto pelas cerca de nove mil pessoas com obesidade que desde 2004 morreram e continuam a morrer nas listas de espera para consulta e nas listas de espera para cirurgia de tratamento da obesidade".

 

A ADEXO está de luto "não porque não se tenha feito nada, mas sim porque nada do que está feito que necessite de investimento é implementado pelos serviços do Ministério da Saúde", acrescentou Carlos Oliveira.

 

Carlos Oliveira chama atenção para o facto de cerca de duas mil pessoas aguardarem tratamento por via cirúrgica e outros milhares esperarem pela primeira consulta no Serviço Nacional de Saúde, alguns há mais de dois anos. "Todos os anos morrem em média 1.500 pessoas, mortes relacionadas com a obesidade e que poderiam ser evitadas", acrescentou.

 

Um estudo recente, coordenado por Isabel do Carmo, sobre a incidência da obesidade em Portugal, mostrou que mais de metade da população tem excesso de peso, sendo que 14,2% são casos de obesidade.

 

A obesidade, que a Organização Mundial de Saúde considera como "a epidemia do século XXI", é uma doença crónica e constitui um dos mais graves problemas de saúde pública que Portugal enfrenta.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.