Mais de metade dos refeitórios dos hospitais e escolas têm falhas

Falta higiene e controlo de qualidade, aponta DECO

20 dezembro 2002
  |  Partilhar:

Mais de metade dos refeitórios das escolas, empresas e hospitais portugueses estão em situação de infracção, segundo inspecções efectuadas em Outubro e Novembro passados pela Direcção- geral de Fiscalização e Qualidade Alimentar (DGFQA).
 

 

Ao todo foram inspeccionados 110 estabelecimentos, tendo sido instaurados 66 processos por falta de higiene nos refeitórios, insuficiente ou inexistente controlo de qualidade e ausência de condições estruturais, disse à Lusa a directora de serviços da DGFQA, Lurdes Gonçalves.
 

 

Dos estabelecimentos inspeccionados incluem-se refeitórios de escolas, públicas e privadas, do 1º, 2º e 3º ciclos, do secundário e do ensino superior, assim como cantinas de hospitais e refeitórios de empresas, também públicos e privados.
 

 

"A infracção mais frequente foi a falta de condições estruturais, ou seja equipamentos, cozinhas ou zonas de preparação de alimentos sem as condições necessárias", explicou.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar