Mais de 3.300 interrupções voluntárias de gravidez por dia na União Europeia

Relatório do Instituto de Política Familiar

09 março 2010
  |  Partilhar:

A cada 26 segundos uma mulher faz uma interrupção voluntária da gravidez (IVG) na União Europeia, o que totaliza mais de 3.300 por dia, constituindo "a principal causa de morte na Europa", revela um relatório do Instituto de Política Familiar (IPF), citado pela agência Lusa.

 

Nos últimos 15 anos (1994-2008) realizaram-se 28 milhões de IVG na Europa, o equivalente à população de países como a Roménia e Holanda ou quase toda a população da Dinamarca, Eslovénia, Estónia, Lituânia, Letónia, Malta, Luxemburgo e Chipre.

 

O relatório sobre o “Aborto da Europa 2010”, divulgado recentemente no Parlamento Europeu, em Bruxelas, revela que se realizam mais de 1,2 milhões de IVG por ano nos 27 países da União Europeia (UE).

 

O relatório foi elaborado por uma equipa multidisciplinar com peritos de várias áreas, como demografia, psicologia e medicina, que analisaram as questões mais significativas, com base na informação fornecida por várias organizações internacionais.

 

O IPF defende ser “necessário e urgente” que as autoridades apliquem uma verdadeira política de prevenção, nomeadamente divulgando informação sobre as alternativas ao aborto e aumentando o apoio económico do Estado à mulher grávida.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.