Mais de 200 mil portugueses bebem água de má qualidade
11 janeiro 2002
  |  Partilhar:

 

Mais de 200 mil portugueses beberam água com má qualidade durante o ano 2000, sendo o norte e centro do país as zonas com maiores problemas no abastecimento.
 

 

O Relatório de Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano em 2000, hoje divulgado, denuncia que há dois por cento da população portuguesa a consumir água que viola parâmetros de qualidade.
 

 

O documento revela também que são os sistemas de abastecimento de pequenas dimensões que mostram maiores problemas de controlo e é por isso que o interior norte e centro do país são os mais penalizados.
 

 

Bragança, Guarda, Vila Real e Coimbra são os distritos que têm água com pior qualidade, geralmente porque servem a população através de sistemas pequenos.
 

 

Apenas 60 por cento do total da população abastecida consome água sem problemas de qualidade e bem controlada.
 

 

Numa reacção a este documento, a Quercus considera "inadmissível" que "um grande número" de entidades distribuidoras de água não cumpra a legislação nacional.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.