Mais de 20 mil médicos manifestam-se na Alemanha

Profissionais querem melhores rendimentos e menos burocracia

28 janeiro 2006
  |  Partilhar:

 

Mais de 20 mil médicos manifestaram-se na semana passada em Berlim contra cortes nos seus rendimentos e a actual política de saúde pública, no maior protesto de sempre desta classe profissional na Alemanha.
 

 

Um em cada dois consultórios esteve também encerrado em todo o país, para sublinhar as reivindicações dos médicos, informaram cerca de 40 associações dos médicos que organizaram a jornada de luta.
 

 

A insatisfação dos médicos alemães tem também a ver com a "excessiva burocracia", que dizem reduzir os seus rendimentos, e com os cortes orçamentais que lhes são impostos pelas caixas de previdência públicas. Na Alemanha, a grande maioria dos médicos de consultórios particulares têm contratos com as caixas de previdência públicas para atenderem os seus beneficiários. No entanto, os clínicos queixam-se do baixo valor das tabelas de pagamento dos seus serviços impostas pelas referidas caixas.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.