Maioria dos doentes com asma grave apresenta níveis elevados de ansiedade

Estudo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

24 janeiro 2011
  |  Partilhar:

A maioria dos doentes com asma grave apresenta níveis elevados de ansiedade, revela um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

 

Para o estudo, os investigadores analisaram uma amostra de 195 pacientes asmáticos, sobretudo mulheres de meia-idade, com asma moderada a grave. Os pacientes realizaram testes de avaliação da função pulmonar e da inflamação das vias aéreas, tendo ainda respondido a questionários para aferição dos níveis de ansiedade.

 

Da análise, os cientistas verificaram que 70% dos pacientes asmáticos avaliados apresentavam níveis elevados de ansiedade. De acordo com o comunicado da universidade, os resultados evidenciaram que “este problema leva os doentes a terem uma visão mais negativa da sua saúde, com consequente impacto na sua qualidade de vida”.

 

Apesar desta constatação, os testes efectuados pelos investigadores permitiram verificar que não há relação entre a presença de ansiedade nos asmáticos e a sua função pulmonar – curiosamente, os asmáticos mais ansiosos apresentam até menor inflamação das vias aéreas. Segundo explicou em comunicado, Lia Fernandes, do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental da FMUP e responsável por este estudo, “a baixa inflamação das vias respiratórias destes pacientes pode estar relacionada com um consumo elevado de corticosteróides”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.