Maioria das pessoas que se vacinou contra a gripe na primeira semana não pertence aos grupos prioritários

Dados do Vacinómetro

14 outubro 2011
  |  Partilhar:

A maioria das pessoas que se vacinou na primeira semana de imunização contra a gripe tem entre 60 e 64 anos, um grupo que habitualmente não é considerado como população-alvo mas que a Direcção Geral de Saúde (DGS) recomendou este ano, segundo o Vacinómetro.

 

Habitualmente, a DGS recomenda a vacina às pessoas com mais de 65 anos, aos doentes crónicos e imunodeprimidos com mais de seis meses e grávidas com mais de 12 semanas de gestação. Este ano, a DGS aconselhou a vacinação a este novo grupo de indivíduos, dos quais 27,8% já se vacinaram.

 

Desde o início da vacinação (3 de Outubro) foram vacinadas, em média, 21% das pessoas pertencentes a grupos prioritários: 25,4% com 65 ou mais anos, 17,6% de portadores de doenças crónicas e 13,3% dos profissionais de saúde, indicam os dados do Vacinómetro, criado pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e a Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral (APMCG) para monitorizar em tempo real a taxa de cobertura da vacinação.

 

Nas pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, registou-se uma taxa de vacinação de 25,4%.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.