Maioria das farmácias está insolvente ou à beira da falência

Alerta um documento da Associação Nacional de Farmácias

14 agosto 2012
  |  Partilhar:

A maioria das farmácias em Portugal está insolvente ou à beira da falência e não cumpre os pagamentos aos fornecedores, alerta um documento da Associação Nacional de Farmácias (ANF).

 

A generalidade das farmácias está insolvente ou à beira da falência e não cumpre os pagamentos aos fornecedores, alerta um documento enviado à agência Lusa pela Associação Nacional de Farmácias (ANF).
“O setor está à beira do colapso”, garante a ANF.

 

O presidente da ANF, João Cordeiro, acusa o Ministério da Saúde de estar a levar o setor das farmácias para uma “situação de ruína”. “As farmácias têm estado a ser devastadas pelas medidas do Governo, reduzindo preços e margens dos medicamentos sem fazer contas”, disse ainda João Cordeiro à agência Lusa.

 

“Em virtude das reduções de preços dos medicamentos ocorridas nos últimos anos, o preço médio no mercado é já inferior ao preço médio que garante a viabilidade económica da farmácia”, acrescenta a nota da associação, que representa 2.700 estabelecimentos.

“Neste momento estamos a caminhar a passos largos para uma solução tipo Grécia, em que as pessoas vão às farmácias e não têm medicamentos”, acrescentou João Cordeiro, atribuindo essa realidade à falta de pagamento aos fornecedores.

 

A dívida aos fornecedores cresceu mais nos primeiros seis meses deste ano do que em todo o ano de 2011 e as farmácias médias estão a funcionar desde 2010 com prejuízos, ainda de acordo com o balanço da ANF.

 

Ao todo, a dívida das farmácias aos grossistas ultrapassa 235 milhões de euros, indicam os mesmos cálculos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.