Maior frequência de relações sexuais ajuda a prevenir disfunção eréctil

Estudo publicado no “American Journal of Medicine”

03 julho 2008
  |  Partilhar:

Uma maior frequência de relações sexuais pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de disfunção eréctil (DE), segundo um estudo publicado numa revista “American Journal of Medicine”.
 

 

Depois de analisarem durante cinco anos 989 homens, com idades entre 55 e 75 anos, investigadores do Hospital da Universidade de Tampere, na Finlândia, concluíram que uma maior frequência de relações sexuais implica menores riscos de contrair DE.
 

 

Nos homens que afirmaram ter relações sexuais menos de uma vez por semana, em média, registou-se o dobro da incidência de DE do que nos que disseram tê-las uma vez por semana, segundo o estudo.
 

 

Além disso, os investigadores observaram que o risco DE está inversamente relacionado com a frequência das relações sexuais. A incidência de DE foi de 79 casos em mil homens que disseram ter relações sexuais menos de uma vez por semana, baixando para 32 em mil nos que afirmaram tê-las uma vez por semana e para 16 em mil nos que admitiram tê-las três ou mais vezes por semana.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.