Mães de rapazes vivem menos anos
09 maio 2002
  |  Partilhar:

As mulheres que dão à luz rapazes vivem menos tempo, afirma um estudo de investigadores britânicos e finlandeses. A conclusão baseia-se na observação do registo de várias famílias na Finlândia entre os séculos XVII e XIX.
 

 

Analisando os registos da Igreja referentes aos lapões, povo que habitava a Escandinávia naquele período, os investigadores concluíram que cada filho do sexo masculino encurtava a vida da mãe entre 4 a 64 semanas. A média da diminuição da longevidade das mães é de 34 semanas por filho, acrescenta o estudo.
 

 

O padrão observado ainda pode ser encontrado nos países em vias de desenvolvimento nos dias de hoje, acrescentam os investigadores.
 

 

As filhas, por seu lado, aumentavam a longevidade das mães em 23 semanas em média, segundo os cientistas. O estudo concluiu ainda que o tamanho total da família não era relevante para o tempo de vida das mães.
 

 

As explicações avançadas pelos cientistas para este fenómeno são o facto de os rapazes crescerem mais depressa no útero, serem mais pesados aquando do parto e exigirem maiores cuidados nos primeiros meses. Também a hipótese de as filhas serem mais prestáveis na colecta de alimentos e a tomar conta dos irmãos é apontada como justificação.
 

 

Quanto aos homens, os cientistas referem que o seu tempo de vida não é afectado pelo número ou sexo dos filhos por não sofrerem «custos fisiológicos directos» da reprodução.
 

 

Veja mais em: Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.