Má qualidade do sono aumenta problemas de saúde nos jovens diabéticos

Estudo publicado na revista “Sleep”

04 janeiro 2012
  |  Partilhar:

Os jovens diabéticos podem ter dificuldades em ter um bom sono noturno, o que pode resultar num pior controlo da glicemia, pior rendimento escolar e má conduta, sugere um estudo publicado na revista “Sleep”.

 

“Apesar de aderirem às recomendações, muitos dos jovens com diabetes tipo 1 têm dificuldade em manter controlados os seus níveis de açúcar”, revela, em comunicado de imprensa, a principal autora do estudo, Michelle Perfect, acrescentando que “descobrimos que isto pode estar relacionado com alterações no sono, como a sonolência diurna, sono leve e apneia do sono. Tudo isto pode dificultar o controlo de açúcar no sangue”.

 
Neste estudo, os investigadores acompanharam o sono de 50 indivíduos com diabetes tipo 1, com idades entre os 10 e os 16 anos, que foi comparado com os dados de um grupo controlo similar. O estudo revelou que os jovens diabéticos passam mais tempo no estado do sono ligeiro, do que os jovens saudáveis, o que afeta o rendimento escolar e aumenta os níveis de açúcar no sangue.
 
Os investigadores constataram que os problemas de sono estavam associados com piores notas, mau desempenho nos testes, uma má qualidade de vida e alterações comportamentais durante o dia. No entanto, Michelle Perfect revela que, “como o sono é um problema de saúde passível  de ser corrigido estas crianças podem obter ajuda de um profissional qualificado para conseguirem dormir melhor de noite”.
 
Os investigadores também verificaram que, independentemente do peso, cerca de um terço dos jovens envolvidos no estudo sofriam de apneia do sono. A apneia do sono está associada com diabetes tipo 2, muitas vezes chamada a diabetes do adulto. Estes participantes com apneia do sono mostraram níveis significativamente elevados de açúcar no sangue - o mesmo padrão associado aos adultos.
 
"A apneia do sono e o seu impacto pode não estar confinado aos adultos com diabetes, não sabemos. É algo que precisa de ser investigado de novo”, conclui Michelle Perfect.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.