Luz natural no escritório benéfica para a saúde

Estudo publicado no “Journal of Clinical Sleep Medicine”

13 agosto 2014
  |  Partilhar:
Os escritórios que proporcionam mais luz natural aos funcionários promovem uma melhor qualidade de sono, uma maior duração do mesmo, mais atividade física e uma melhor qualidade de vida em comparação com uma fraca exposição à luz natural.
 
As conclusões são de um novo estudo conduzido pela Northwestern Medicine e pela University of Illinois at Urbana-Champaign, nos EUA. O estudo realça a importância da exposição à luz natural para a saúde dos funcionários, e a importância que os arquitetos devem dar à mesma na conceção de espaços destinados a escritórios.
 
Para o estudo, a equipa de investigadores contou com a participação de 49 funcionários de escritório que faziam turnos diurnos. 27 dos participantes trabalhavam em espaços sem janelas e 22 em espaços com janelas. A qualidade de vida relativa à saúde e a qualidade do sono dos participantes foram avaliados através do Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh. A exposição à luz, a atividade e o sono foram medidos através de actigrafia num grupo representativo de 21 participantes: 10 em escritórios sem janelas e 11 em escritórios com janelas.
 
Foi apurado que os participantes que tinham janelas no local de trabalho recebiam 173% mais luz branca durante as horas de expediente e dormiam em média mais 46 minutos do que os participantes que não tinham janelas nos escritórios. Notou-se igualmente uma maior tendência por parte dos participantes que trabalhavam em locais com janelas para se dedicarem a atividades físicas do que os que não tinham janelas. 
 
Segundo o autor principal do estudo, Phyllis Zee, neurologista e especialista do sono na Northwestern Medicine, “existem cada vez mais provas de que a exposição à luz durante o dia, particularmente de manhã, é benéfica para a saúde através dos efeitos que exerce sobre o humor, o estado de vigília e o metabolismo”. Os funcionários de escritório são um grupo de risco porque estão no interior o dia inteiro, muitas vezes sem acesso a luz natural ou mesmo artificial. 
 
“Os resultados do estudo confirmam que a luz durante as horas de luz natural exerce efeitos poderosos sobre a saúde”.
 
Mohamed Boubekri, co-autor principal do estudo, e professor associado de arquitetura na University of Illinois at Urbana-Champaign considera que uma solução de design fácil para garantir luz a todos os funcionários de escritório seria garantir que todos os postos de trabalho estão a 6 ou 7 metros no máximo das janelas. Para além dessa distância o espaço deixa de receber a luz natural.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.