Livro da Carne promove alimentação equilibrada

Farmacêutica continua campanha de combate à obesidade

30 novembro 2004
  |  Partilhar:

 O «Livro da Carne» é a quarta obra de uma colecção editada pelo grupo Bial para sensibilizar a classe médica e os consumidores contra a obesidade. É hoje lançado. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de um bilião de pessoas em todo mundo tem excesso de peso e, destas, 300 milhões são obesas. As estratégias de combate à doença assumem um carácter urgente, tanto mais que estimativas mundiais apontam para o facto de que 80 por cento dos adolescentes obesos serão adultos também com obesidade. Em Portugal, 14,8 por cento dos jovens com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos têm excesso de peso e 3,1 por cento são obesos e que vários estudos têm também indicado uma prevalência do excesso de peso e da obesidade, na população portuguesa adulta, na ordem dos 40 por cento. Neste contexto, desde Dezembro de 2002, que o grupo Bial e a Fundação Portuguesa de Cardiologia têm vindo a lançar uma colecção de obras cujo principal objectivo é o de sensibilizar a classe médica e os consumidores para a importância de uma alimentação equilibrada e saudável. O «Livro da Carne» constitui a quarta obra desta colecção de sensibilização para o grave problema da obesidade, de que fazem já parte o «Livro das Sopas», o «Livro dos Peixes» e o «Livro das Sobremesas».Reunindo 20 receitas de 10 chefes de cozinha de nomeada, o «Livro da Carne» apresenta conselhos para uma alimentação adequada, promovendo à adopção de práticas correctas de vida saudável. A sessão de lançamento é hoje e será iniciada com a preparação de receitas pelos chefes de cozinha que se associaram a este projecto, seguindo-se a degustação de sugestões gastronómicas de cada livro (sopa, prato de peixe, prato de carne e sobremesa). Esta campanha de sensibilização para a preservação da saúde, que será promovida a nível nacional, contemplará ainda a edição e a distribuição de oito mil exemplares junto da classe médica. A iniciativa surge numa ocasião em que a Direcção-Geral da Saúde não hesita em alertar que, se não forem implementadas medidas para prevenir esta doença crónica, cerca de 50 por cento da população portuguesa poderá ser obesa em 2025.  MNI- Médicos na Internet 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.