Lipobay e Colstat suspensos do mercado

Medicamentos contra o colesterol retirados das farmácias devido aos efeitos secundários

08 agosto 2001
  |  Partilhar:

Dois medicamentos utilizados no tratamento do colesterol foram retirados do mercado pelos laboratórios responsáveis, devido ao crescente número de casos de efeitos secundários.
 

 

O Lipobay, da Bayer, e o Colstat, da farmacêutica Fournier, contêm cerivastatina, substância que se for associada a gemfibrozil, também utilizada em tratamentos de colesterol, poderá provocar lesões musculares graves que podem conduzir à morte.
 

 

Em Portugal não foram detectados efeitos secundários graves decorrentes da utilização conjunta das duas substâncias, mas a Agência Espanhola do Medicamento contou três mortos até meados de Julho.
 

 

 

O laboratório farmacêutico Bayer anunciou ontem, em comunicado de imprensa enviado à MNI, a suspensão da comercialização do Lipobay - um medicamento contra o colesterol - devido a problemas secundários.
 

 

A Bayer suspendeu a distribuição de todas as dosagens
 

de Lipobay - o medicamento contra o colesterol (substância activa: cerivastatina). Esta medida tem efeito imediato e aplica-se a todos os países, excepto o Japão.
 

 

A razão para esta medida voluntária prende-se com o crescente número de relatórios que reportam efeitos secundários, envolvendo a fraqueza muscular
 

(rabdomiólise), sobretudo em doentes tratados concomitante com gemfibrozil, apesar das contra-indicações e dos avisos de precaução mencionados na informação do produto.
 

 

O Japão não é abrangido por esta medida devido ao facto de o gemfibrozil não ser comercializado naquele país.
 

 

"Tomámos esta decisão para salvaguardar a segurança dos doentes. Durante os próximos meses, continuaremos a avaliar os dados disponíveis relativos ao risco/benefício de cerivastatina, disse David Ebsworth, Responsável da
 

Divisão Farmacêutica da Bayer AG.
 

 

A comercialização de determinadas dosagens de Lipobay será alvo de um acompanhamento intenso por parte da Bayer em estreita colaboração com as Autoridades Regulamentares.
 

 

Fonte:DeE Weber Shandwick e Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.