Linha Vida pode passar a ser paga pelo utilizador

Cenário admitido pelo presidente do IDT

10 maio 2007
  |  Partilhar:

 

A Linha Vida (14 14), um serviço que faz aconselhamento telefónico gratuito e confidencial a consumidores de droga, deverá passar a ser paga.
 

 

O cenário é admitido pelo presidente do Instituto da Droga e da Toxicodependência, João Goulão, justificando este pagamento como a solução para os 80% de chamadas de brincadeira atendidas pelo serviço.
 

 

À margem da apresentação do Saúde 24 - o call center de atendimento geral do Ministério da Saúde que funciona desde 25 de Abril - o responsável nacional pelo combate à droga afirmou que a linha vai continuar autonomamente, mas o pagamento de parte do custo será a forma para contornar as chamadas injustificadas.
 

 

De acordo com os dados do ano passado, das 31 030 chamadas recebidas, apenas 12,6% eram pedidos reais de ajuda e aconselhamento: 21,2% eram chamadas brancas (quando o utente permanece em silêncio), 64,8% brincadeiras e 1,4% insultos.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.