Linha Saúde 24: Ministério da Saúde preocupado com turbulência da linha

Declarações do ministro Paulo Macedo

03 fevereiro 2014
  |  Partilhar:

O contrato do administrador da Linha Saúde 24 deve ser cumprido, a linha deve continuar a funcionar e o operador deve respeitar a legislação portuguesa, referiu o ministro Paulo Macedo.
 

Em declarações à agência Lusa, relativamente à situação que envolve os trabalhadores da linha Saúde 24 e a empresa que gere esta linha, o governante disse que o que pretende “é que as pessoas que ligam para a linha tenham uma resposta”.
 

“Obviamente, que o Ministério está preocupado com a turbulência da linha e a possibilidade de resposta, mas apesar de tudo, de acordo com dados que temos, tem havido uma resposta e a linha tem andado pelas duas mil a três mil chamadas por dia, exceto em alguns picos”, acrescentou.
 

O comunicado conjunto emitido pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e Ordem dos Enfermeiros refere que não se têm verificado alterações no padrão de atendimento das chamadas, nomeadamente no que se refere à conformidade com os critérios de atendimento contratualmente previstos.
 

O mesmo comunicado refere que estes dois organismos assumem, no âmbito das suas atribuições, que os interesses do Estado e dos cidadãos serão sempre salvaguardados.
 

A Ordem dos Enfermeiros refere ainda que vai continuar a acompanhar atentamente esta situação, esperando que as dificuldades sejam rapidamente ultrapassadas.
 

Estes comunicados surgem após os enfermeiros que prestam trabalho na Linha Saúde 24 terem entrado em rota de colisão com a empresa que gere o serviço, devido a despedimentos e cortes salariais.
 

Como protesto contra os despedimentos e cortes salariais em curso os enfermeiros já fizeram duas greves no mês passado. O administrador da empresa que gere a linha justifica a redução dos pagamentos com a diminuição do montante que o Estado paga à empresa, que este ano será “70% mais baixo do que o valor inicialmente contratado”.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.