Linha de investigação pioneira no âmbito do projeto “EmoMúsica”

FEELab/UFP estuda a emoção no Fado

13 abril 2015
  |  Partilhar:
O Laboratório de Expressão Facial da Emoção (FEELab/UFP) da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, está a estudar a expressividade emocional no Fado.
 
O estudo está a ser desenvolvido no “EmoMúsica” e integra o projeto mais amplo, o “FACE”, lançado, em 2009, por aquele laboratório, e que vai permitir cartografar, ao nível neuropsicofisiológico, a expressão facial dos portugueses com recurso a tecnologia de imagiologia, até 2019.
 
Segundo o Professor Freitas-Magalhães, em comunicado enviado à Alert, o projeto visa “mapear a emocionalidade nos diversos tipos de música portuguesa e qual a sua função no contexto da comunicação e das interações sociais”.
 
“A música é uma dimensão de interação humana, e de partilha de emoções, e identificar e reconhecer o conteúdo emocional que a impregna é, certamente, compreender a matriz portuguesa”, enfatizou o responsável.
 
Entre as temáticas que são analisadas estão, por exemplo, as raízes emocionais da evolução da música, a contribuição da música na produção das emoções, a emoção de interação e as reações do ouvinte à música ou a interpretação emocional da voz.
 
Os investigadores pretendem que os resultados sejam um contributo para a constituição de um banco de dados de expressão facial disponível para as mais diversas aplicações sociais como, por exemplo, na saúde, na justiça e na educação.
 
De referir que o Laboratório de Expressão Facial da Emoção, e no âmbito do “EmoMúsica”, já estudou a expressividade emocional do cantor e compositor do Porto Pedro Abrunhosa, de 1994 a 2014.
 
“No final de uma década de estudo da emoção dos portugueses, que terminará em 2019, será possível traçar um retrato emocional de Portugal”, concluiu o diretor do FEELab/UFP, que considera o “EmoMúsica” um “contributo indispensável” para o fazer.
 
O Laboratório de Expressão Facial da Emoção, fundado em 2003, é o único do género no nosso país, sendo que o “pioneirismo e inovação” do seu trabalho científico lhe tem valido distinções por parte de diversas entidades nacionais e internacionais.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.