Linha de apoio Telefone da Esperança dispara no Natal

Número de telefonemas em 2015 pode chegar aos dois mil

21 dezembro 2015
  |  Partilhar:
O número de chamadas para o Telefone da Esperança, uma linha de apoio e aconselhamento, tem disparado nesta época do Natal, prevendo-se que o número de telefonemas em 2015 chegue a dois mil, indica a organização.
 
O número de chamadas a pedir apoio tem vindo a subir, devido ao aumento dos problemas emocionais, como os conflitos familiares, as depressões, o stress, ou até as tentativas de suicídio, agravados na época do Natal, afirma-se num comunicado da associação.
 
Uma das voluntárias da associação sem fins lucrativos, Carla Rodrigues, explicou à Lusa que há muitas pessoas “a ligar à espera de uma palavra” e que a principal missão dos voluntários “é escutar”, podendo aconselhar ou reencaminhar as pessoas em função do assunto.
 
Quem telefona são por norma adultos entre os 30 e os 65 anos, com problemas familiares, com dificuldades económicas, ou por vezes apenas por solidão. 
 
O Telefone da Esperança (222030707) funciona todos os dias, das 16:00 às 22:00, mas prevê alargar o período de atendimento no próximo ano, devendo ainda criar um programa de atendimento na internet.
 
Carla Rodrigues explicou que a associação promove também cursos de desenvolvimento de competências, para pessoas em crise emocional. Há vários cursos ao longo do ano, mas, por enquanto, apenas no Porto, disse.
 
Este serviço anónimo e gratuito foi criado em dezembro de 2008 e tem como missão promover a saúde emocional e apoiar pessoas que vivem em situação de crise emocional.
 
O Telefone da Esperança nasceu de uma ideia de Serafim Madrid, um espanhol que criou, na década de 1960, uma rede assistencial que usava o telefone como instrumento preferencial de ajuda.
 
Em Portugal desde 2008, mantém os mesmos objetivos, apoiar pessoas em crise psicológica ou emocional que não têm quem as escute ou as oriente no sentido de superar essa crise.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.