Ligação afetiva dos pais promove felicidade e estabilidade dos filhos

Estudo publicado na revista “Child Development”

16 outubro 2012
  |  Partilhar:

A ligação afetiva dos pais é essencial para a felicidade e estabilidade emocional dos filhos, revela um estudo publicado na revista “Child Development”.


Para este estudo, os investigadores da University of Iowa, nos EUA, analisaram a relação de 102 crianças com seus pais, desde os 15 meses até aos oito anos de idade. As crianças e os pais foram questionados separadamente.


Os investigadores também solicitaram a ajuda dos professores para obterem dados dos comportamentos das crianças, nomeadamente no que diz respeito às suas preocupações ou tristeza, desobediência e agressão. Curiosamente, os relatos das crianças e dos professores foram muito semelhantes, mas em alguns casos muito diferentes da dos pais.


Os investigadores ficaram surpreendidos ao constatar que, comparativamente com as crianças que apenas mantinham ligação próxima com um dos pais, as que mantinham uma relação estreita com os dois pais não apresentavam qualquer benefício adicional no que respeita ao comportamento emocional e mental na infância. Além disso, verificou-se ainda que a relação da criança com o pai é tão benéfica como a relação com a mãe.


Na opinião dos autores do estudo, o carinho, a segurança, uma relação bem estruturada e positiva com um dos pais é suficiente para que a criança se sinta segura e tenha uns bons alicerces para um desenvolvimento saudável. Este estudo fornece assim boas notícias para as mães e pais solteiros.


Por outro lado, o estudo apurou que as crianças que não se sentiam seguras com qualquer um dos pais tendiam a ter mais preocupações, medos e eram mais agressivas.


“Existe realmente um período importante, durante os dois primeiros anos de vida, em que a mãe ou o pai deve desenvolver uma ligação sólida com os seus filhos. Este período parece ser essencial para o desenvolvimento social e emocional. Pelo menos um dos pais deve fazer este tipo de investimento nos seus filhos”, conclui um dos autores do estudo, Sanghag Kim.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.