Levis lança calças com bolsos «anti-radiação»

Aumenta debate sobre os malefícios do telemóvel

17 setembro 2002
  |  Partilhar:

A polémica estalou quando a famosa marca de roupa Levi Strauss lançou uma linha de calças com bolsos «anti-radiação» para telemóveis. Os fabricantes de telefones móveis não gostaram da ideia, por esta induzir os consumidores de que o uso do telemóvel causa danos na saúde.
 

«Não estamos a insinuar, de forma nenhuma, que os telefones móveis são perigosos», disse o director de comunicações da Levi s na Europa, Cedric Jungpeter.
 

 

Em declarações à Reuters, Cedric reforça que a intenção não é aproveitar os temores dos consumidores, mas oferecer-lhes o que eles querem e procuram.
 

 

As calças, com um revestimento interno que, segundo o fabricante, protege contra a radiação, foram desenvolvidas pela Dockers, uma marca da Levi Strauss.
 

 

A nova linha é fruto de uma extensa pesquisa de mercado, segundo a qual a consciência de moda também é a consciência de saúde, afirmou Jungpeter.
 

 

Para o responsável, o debate está aberto. «Embora nenhum estudo tenha provado que os telemóveis são prejudiciais, nenhum outro provou o contrário».
 

 

Na verdade, os vários estudos sobre os possíveis perigos dos telemóveis têm vindo a produzindo resultados contraditórios.
 

 

Um estudo recente, realizado por cientistas australianos durante três anos, demonstrou que as emissões radioactivas dos telemóveis não provocaram o crescimento de tumores em ratos, e, provavelmente, não causavam o problema em humanos.
 

 

No entanto, um outro estudo feito por uma equipa australiana, concluiu que os telefones móveis podem estimular o crescimento de tumores em ratinhos. Uma investigação dinamarquesa, a qual envolveu 400 mil utilizadores de telemóveis, também não demonstrou nenhum risco mais elevado de cancro.
 

 

Mas o consenso científico teima em não surgir. De acordo com um estudo sueco, publicado em Agosto, as pessoas que usaram os telemóveis de primeira geração durante muito tempo tinham um risco 80 por cento maior de desenvolver tumores cerebrais do que os não-utilizadores. As dúvidas continuam...
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar