Leucócitos são cúmplices na disseminação do cancro

Estudo publicado no “Journal of Clinical Investigation”

04 julho 2013
  |  Partilhar:

Um tipo de células do sistema imunitário, os leucócitos, que desempenham um papel importante no combate das infeções, está também envolvido na ativação e disseminação das células cancerígenas, dá conta um estudo publicado no “Journal of Clinical Investigation”.
 

Estudos anteriores realizados pelos investigadores da Universidade de McGill, nos EUA, constataram que as infeções, que ocorriam nos pacientes oncológicos após a cirurgia, aumentavam o risco de recaída do cancro e da sua metastização. Estes resultados levaram a mesma equipa de investigadores a analisar um dos principais intervenientes celulares na infeção, os neutrófilos.
 

Neste estudo, os investigadores utilizaram culturas de células e modelos animais com cancro para demonstrar que há uma relação entre a infeção, a resposta dos leucócitos e o processo de metastização. Os investigadores explicam que habitualmente, e em resposta à infeção, os neutrófilos produzem uma rede de fibras extracelulares, as Neutrophils Extracellular Traps (NETs), que são capazes de aprisionar e de matar os agentes patogénicos invasores.
 

Os investigadores constataram que, no caso dos ratinhos infetados e com cancro, as NETs também capturavam as células cancerígenas em circulação. Contudo, em vez de serem eliminadas, as células cancerígenas ficavam ativas e mais propícias a desenvolver tumores secundários.
 

No entanto, foi demonstrado que as NETs podem ser afetadas pela administração de medicação específica. Foi de facto observado que a toma de medicação pelos ratinhos com cancro conduziu a um menor crescimento tumoral. Este achado foi verificado para diferentes tipo de cancros, o que sugere que esta rede de fibras extracelulares, produzida pelos neutrófilos, está envolvida na disseminação de vários cancros.
 

“O nosso estudo reflete uma alteração radical na forma como o cancro se dissemina, e acima de tudo, como é que o podemos tratar”, revelou, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Lorenzo Ferri.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.