Lesões do menisco: investigadores portugueses desenvolvem tecido para as minimizar

Estudo da Universidade do Minho

22 junho 2012
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade do Minho (UM) pretendem desenvolver um tecido para substituir as zonas afetadas pelas lesões do menisco aos quais afetam muitos dos atletas de alta competição.

 

De acordo com uma fonte da UM, à qual a agência Lusa teve acesso, a investigação tem como objetivo encontrar um tecido “que ultrapasse as dificuldades atuais e que, de forma mais eficaz, reponha o que o atleta perdeu, devolvendo-lhe estabilidade e a performance biomecânica perdidas”.

 

O tecido já foi testado, com sucesso, em pequenos animais e em células humanas, faltando agora avançar para animais de grande porte. Esta será a última etapa antes de se iniciar a fase decisiva dos ensaios clínicos.

 

Segundo os investigadores, as lesões do menisco são a mais frequente causa de cirurgia em ortopedia e têm “importante” impacto socioeconómico.

 

A remoção da parte lesada tem sido o tratamento mais frequente, mas “traz consequências a longo prazo”, como o desgaste articular e artrose precoce.

 

“Atualmente, é adquirido que a remoção total do menisco provoca o aparecimento de osteoartrite num período de 7 a 10 anos”, revelou o investigador Hélder Pereira. Destacando ainda a síndrome de dor pós-operatória “que impede o atleta de voltar à competição”.

 

Adicionalmente, o investigador garante que cerca de 30 % das reparações do menisco são “mal sucedidas” e que o transplante “normalmente nunca devolve o atleta à alta competição”.

 

As mais recentes tendências para o tratamento das lesões do menisco são as abordagens de engenharia de tecidos e medicina regenerativa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.