Lepra nasceu na África Oriental ou Médio Oriente...

...e alastrou-se pelo mundo inteiro

22 maio 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

A lepra teve origem na África Oriental e no Médio Oriente, de onde se propagou pelo mundo inteiro através das vagas sucessivas de migrações que começaram com o colonialismo e o comércio dos escravos.
 

 

Uma equipa internacional de cientistas chegou a esta conclusão depois de analisar o genoma de 175 estirpes diferentes do bacilo responsável pela doença, o «Mycobacterium lepraede», provenientes de 21 países representativos dos cinco continentes, refere a revista Science.
 

 

Os resultados da investigação parecem pôr em causa a hipótese histórica prevalecente até agora, segundo a qual o berço da lepra seria a Ásia e, particularmente, o subcontinente indiano.
 

 

Textos antigos deram conta da presença da lepra na China, na Índia e no Egipto cerca de 600 anos antes da era cristã e, historicamente, julgava-se que a doença fora trazida para a Europa por soldados gregos regressados com Alexandre o Grande.
 

 

Nos últimos 500 anos, segundo o estudo, europeus e os norte- africanos parecem ter disseminado a doença pela África Ocidental e o comércio de escravos levou-a daí até às Caraíbas e América do Sul. Os europeus também propagaram a lepra na América do Norte, segundo o estudo. «O colonialismo foi extremamente negativo para algumas partes do mundo no que se refere à saúde do ser humano».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.