Leitores eletrónicos ajudam disléxicos

Estudo publicado na revista “PLOS ONE”

23 setembro 2013
  |  Partilhar:

Os leitores eletrónicos poderão ajudar as pessoas com dislexia a ler mais facilmente, rapidamente e com um maior grau de compreensão, sugere um estudo publicado na revista “PLOS ONE”.
 

Um elemento presente em muitos casos de dislexia é o chamado deficit de atenção visual que é caracterizado pela incapacidade de um indivíduo se concentrar nas letras das palavras ou nas palavras presentes nas linhas de um texto. Há também pessoas que não conseguem reconhecer as letras quando estas se encontram presentes de uma forma desorganizada numa palavra.
 

Um estudo anterior levado a cabo pela mesma equipa de investigadores apurou que, a utilização de pequenas linhas de texto facilitava a leitura uma vez que promovia a eficácia dos movimentos dos olhos. Neste estudo, os investigadores do Smithsonian Astrophysical Observatory, nos EUA, decidiram a analisar qual o efeito que os leitores eletrónicos tinham na capacidade de compreensão dos indivíduos com dislexia.
 

Os investigadores submeteram 103 estudantes com dislexia a um teste de avaliação da capacidade de compreensão e rapidez com que um texto era lido. A leitura em suporte de papel foi comparada com a apresentada num leitor eletrónico, configurado para apresentar não mais de três palavras na mesma linha de texto.
 

O estudo apurou que a utilização do leitor eletrónico melhorou significativamente a compreensão e rapidez de leitura de muitos dos estudantes. Os participantes com deficit de atenção visual beneficiaram mais da leitura de textos realizada a partir deste tipo de dispositivo, comparativamente com a realizada em suporte de papel. O oposto observou-se para aqueles que não apresentavam este tipo de problema. Os investigadores acreditam que, comparativamente com o texto apresentado numa folha de papel, o apresentado num leitor eletrónico é capaz de concentrar o foco do leitor e controlar a distração visual.
 

“Acreditamos que os leitores eletrónicos são eficazes para algumas pessoas com dislexia, pois estas têm dificuldade em direcionar a sua atenção visual para as porções de palavras e frases à medida que leem. É quase como se ficassem distraídos com o texto encontrado na vizinhança das palavras que estão a tentar ler”, revelou, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Matthew H. Schneps
 

Os investigadores acreditam que estes resultados sugerem que este método de leitura pode ser uma intervenção eficaz para aqueles que apresentam dificuldades na leitura e que os leitores eletrónicos podem ser mais do que um mero e novo dispositivo eletrónico. Este tipo de instrumento pode também funcionar como um recurso e solução educativa para as pessoas com dislexia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.