Leite de vaca não transmite BSE

...segundo os conhecimentos científicos actuais...

02 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

O risco de uma transmissão de BSE através do leite e seu derivados é altamente improvável. Esta é a posição oficial do Instituto Federal para a Investigação do Leite da Alemanha.
 

 

Durante as passadas semanas tinha-se especulado que uma transmissão dos priões das células galactóforas para o leite não poderia ser excluída. A dúvida surgiu devido ao facto dos priões poderem ser transportados pelos linfócitos ao longo dos vasos linfáticos e assim atingirem o leite.
 

 

Testes em ratos, executados na Inglaterra nos meados dos anos 90 não conseguiram excluir nem confirmar essa hipótese. Num estudo realizado posteriormente, foram amamentadas 198 vitelas de 80 criadores diferentes com o leite de 106 vacas com BSE. Nenhum dos animais adoeceu. Este estudo foi avaliado e aceite internacionalmente.
 

 

O Instituto alemão considera necessário reavaliar as conclusões desse estudo, devido ao longo período de incubação da BSE (3 a 5 anos). Mas enquanto não existirem outras provas cientificas que desmintam os conhecimentos científicos actuais é seguro afirmar que o leite e seus derivados não constituem um risco para a transmissão de BSE.
 

 

David Ferreira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Gesundheits Scout 24

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.