Leite cru e colhido de madrugada é mais rico em melatonina

Investigação da Universidade dos Açores

17 outubro 2011
  |  Partilhar:

Ordenhar vacas de madrugada pode ser penoso para os lavradores mas garante a produção de um leite mais rico em melatonina, uma neurohormona que regula o sono e que os idosos têm mais dificuldade em produzir.

 

A conclusão consta de um estudo desenvolvido por investigadores da Universidade dos Açores com base em leite recolhido em vários períodos do dia em explorações pecuárias localizadas em diversas zonas da ilha de S. Miguel.

 

José Batista, um dos investigadores envolvidos nas pesquisas, adiantou à Lusa que a investigação concluiu igualmente que os níveis de melatonina presentes no leite varia também em função da estação do ano, sendo mais elevados no Inverno do que no Verão.
O estudo, baseado em amostras colhidas nas zonas do Nordeste, Feteiras e Fenais da Luz, apurou ainda que a quantidade de melatonina presente no leite diminui com o seu tratamento. Em cru, o leite apresenta níveis da neurohormona muito mais elevados, que baixam consideravelmente com o processo de pasteurização e ultrapasteurização, explicou o investigador.

 

Um leite especial, colhido de madrugada e não submetido a tratamento com altas temperaturas poderá substituir as pílulas usadas por idosos para “conciliar o sono”, referiu o investigador, adiantando que a sua equipa vai aprofundar o estudo, promovendo a recolha de um maior número de amostras em outros pontos de S. Miguel.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.