Leguminosas aumentam saciedade

Estudo publicado na revista “Obesity”

08 agosto 2014
  |  Partilhar:

Ingerir cerca de uma porção diária de feijões, ervilhas, grão-de-bico ou lentilhas pode aumentar a saciedade e, consequentemente, melhorar o controlo e a perda de peso, revela um estudo publicado na revista “Obesity”.
 

As leguminosas apresentam um baixo nível glicémico, ou seja, são alimentos que são metabolizados lentamente e podem ser utilizadas para reduzir ou substituir as proteínas de origem animal, assim como as gorduras consideradas más, como as gorduras trans.
 

O líder deste estudo, John L. Sievenpiper, referiu que 90% das dietas de perda de peso não têm sucesso, o que resulta no ganho de peso, que pode ser em parte devido à fome ou ao desejo de comer. Na opinião do investigador, o conhecimento dos alimentos que aumentam a saciedade pode ajudar as pessoas a perder peso e a manter essa perda.
 

Neste estudo, os investigadores da Clínica de Nutrição e de Modificação de Fatores de Risco do Hospital de St. Michael, no Canadá, fizeram uma revisão bibliográfica desta temática, tendo sido incluídos nove ensaios clínicos que contaram com a participação de um total de 126 participantes.
 

O estudo apurou que, comparativamente com a adoção de uma dieta normal, os participantes que ingeriam uma média de 160 gramas de leguminosas sentiam-se 31% mais saciados. Este resultado manteve-se inalterado em indivíduos de diferentes faixas etárias e com índices de massa corporal distintos.
 

Apesar de os investigadores terem observado que a ingestão de leguminosas tinha pouco impacto na quantidade de alimentos ingeridos na refeição seguinte, estes resultados apoiam alguns ensaios clínicos de longa data que já tinham demonstrado que as leguminosas tinham efeitos benéficos na perda de peso.
 

Um estudo recente, levado a cabo pela mesma equipa de investigadores, também apurou que a ingestão de uma média de uma porção de leguminosas por dia poderia também reduzir os níveis do chamado “mau” colesterol em cerca de cinco por cento e, consequentemente, diminuir o risco de doença cardiovascular.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.