Lavar as mãos pode reduzir as doenças alimentares em 40 por cento
26 maio 2002
  |  Partilhar:

Quando as doenças provocadas por problemas alimentares são uma das principais preocupações ao nível da saúde pública, o aumento da lavagem das mãos poderia reduzir entre 30 a 40 por cento essas doenças.
 

 

Esta tese foi defendida no Porto pelo especialista norte- americano Barry Michaels, durante o congresso internacional Food Safety 2002, que decorreu este fim de semana no Porto.
 

 

"A educação para a lavagem das mãos a nível mundial poderia permitir uma redução dos níveis de doenças entre 30 e 40 por cento", frisou aquele especialista em questões de segurança alimentar.
 

 

Na sua intervenção neste congresso, que reuniu alguns dos melhores especialistas mundiais em segurança alimentar, Michaels salientou que se estima que as doenças provocadas por problemas alimentares afectem anualmente 130 milhões de europeus, 76 milhões de americanos e 4,7 milhões de australianos.
 

 

A concluir, Michaels reafirmou que "a simples lavagem das mãos na altura certa pode ser extremamente eficaz para reduzir a morbilidade e a mortalidade", mas salientou que este "não é um processo 100 por cento perfeito", pelo que deve ser acompanhado por outras precauções.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.