Laser de raios-X tem assinatura portuguesa

Investigadora portuguesa emite pela primeira vez nova tecnologia

27 setembro 2004
  |  Partilhar:

Uma investigadora portuguesa integrada numa equipa internacional conseguiu emitir pela primeira vez um laser de raios-X, tecnologia que poderá ser utilizada para obter imagens dinâmicas do processo de evolução das células.O trabalho de Marta Fajardo, do Instituto Superior Técnico (IST) é descrito na edição da semana passada da revista científica Nature.Contactada pela Agência Lusa, a investigadora disse que o «salto de uma geração» que este laser de raios-X representa se explica por ser «uma fonte de luz perfeita, muito intensa e com uma duração muito curta». Daí que possa ter aplicações diversas, tanto ao nível da biologia como da indústria dos componentes e estruturas dos computadores da próxima geração.Ao nível da biologia, o novo laser de raios-X poderá permitir obter «imagens dinâmicas de células que estão a evoluir». Além destas aplicações, a nova fonte de radiação tem ainda as vantagens de ser compacta, «cabe em cima de uma mesa», e «mais barata», quando comparada com lasers de raios-X que estão a ser construídos em Hamburgo e Stanford, disse.Dessa forma, poderá ser instalada na maior parte dos laboratórios do mundo, incluindo no Laboratório de Lasers Intensos do Centro de Física dos Plasmas do IST.O trabalho agora publicado na Nature resultou da colaboração entre o Laboratoire d ‘Optique Appliquée (LOA) e o Laboratoire d’Utilisation des Lasers Intenses, da Ecole Polytechnique, o Centre d’Etudes Atomiques, a Universidade de Orsay em Françs e o Centro de Física dos Plasmas do IST.Marta Farjardo, 30 anos, licenciou-se em Engenharia Física no IST em 1997 e doutorou-se em Física em 2001, em co-tutela entre a Universidade Técnica de Lisboa e a Ecole Plytechnique, em França. Dois anos mais tarde passou a investigadora em pós- doutoramento do Centro de Física dos Plasmas do IST e professora do departamento de Física do IST da Universidade de Aveiro.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.