Lanche Escolar Saudável conduz a um aumento do consumo de fruta

Estudo da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil

17 outubro 2014
  |  Partilhar:

O programa “Heróis da Fruta - Lanche Escolar Saudável” conseguiu que quatro em cada dez participantes aumentassem o consumo diário de fruta em apenas 12 semanas, dá conta um estudo realizado pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI).
 

O estudo contou com a participação de 18.374 crianças, de um total de 70.357 que participaram na terceira edição do projeto "Heróis da Fruta - Lanche Escolar Saudável", que incentiva as crianças do 1º ciclo e jardins-de-infância a adotarem hábitos saudáveis na sua alimentação diária, através de um programa motivacional.
 

“Poucos estudos em Portugal têm uma amostra tão grande, o que nos permite obter um maior conhecimento da realidade dos estilos de vida e da caracterização do estado nutricional das crianças portuguesas”, revelou à agência Lusa a dietista e investigadora da APCOI, Rita Loureiro.
 

Os resultados preliminares do estudo indicam que 42,6% das crianças que integraram este programa no ano letivo 2013-2014 passaram a ingerir mais fruta diariamente.
A região da Madeira foi onde se registou “o maior impacto” relativamente ao consumo reportado antes da intervenção. No início do programa, 14,3% das crianças não comiam qualquer porção de fruta diariamente, uma percentagem que reduziu para os 4,3% no final do programa.
 

Os investigadores concluíram ainda que 73,5% das crianças não ingeriam diariamente a quantidade de fruta recomendada pela Organização Mundial de Saúde (pelo menos três porções por dia), antes de participarem no projeto da APCOI.
 

"Como a fruta tem nutrientes insubstituíveis, o seu baixo consumo tem efeitos negativos para a saúde das crianças: dificulta o bom funcionamento dos intestinos, diminui as defesas do organismo, tornando-as mais sujeitas às doenças, nas quais se inclui a obesidade logo desde a infância, além de provocar alterações nos níveis de energia, de concentração e aprendizagem", explicou Rita Loureiro.
 

A investigação analisou também o estado nutricional dos participantes e as conclusões indicam que 33,3% das crianças entre os dois e os 12 anos têm excesso de peso, das quais 16,8% são obesas.
 

A associação anunciou que depois do sucesso obtido no último ano letivo, vai arrancar esta semana nas escolas portuguesas a quarta edição do projeto "Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável" para continuar a prevenir a obesidade infantil.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.