Lançada plataforma de vídeo-consultas de psicologia

Projeto Zenklub já é um sucesso no Brasil

08 novembro 2017
  |  Partilhar:
Dois portugueses lançaram em 2016 no Brasil e há quatro meses em Portugal uma plataforma de vídeo-consultas de psicologia e esperam faturar cerca de 2,1 milhões de euros no próximo ano, anunciou a agência Lusa.
 
“Em 2016 surgiu a ideia da Zenklub com um objetivo claro: queremos que as pessoas vivam melhor e sejam mais conscientes da importância do seu bem-estar emocional”, explicou Rui Brandão, que se juntou ao outro fundador, José Simões, engenheiro informático.
 
O início, em agosto de 2016, no Brasil deveu-se ao facto de ser um “mercado enorme e que já consome este tipo de serviços”, além de os empreendedores portugueses já conhecerem a realidade do país, onde moram há cerca de quatro anos.
 
“No Brasil, a Zenklub é já uma plataforma de sucesso e reconhecida por mais de dois mil clientes e com um crescimento mensal de 30%. Em Portugal, a Zenklub foi lançada apenas há quatro meses, pelo que ainda representa uma fração pequena desta faturação, mas temos expectativas elevadas para 2018”, disse Rui Brandão.
 
Em Portugal, a plataforma tem 20 especialidades de psicologia disponíveis e 25 profissionais registados. No Brasil, a plataforma soma mais de 500 consultas por mês.
 
Alguns dos principais clientes têm sido portugueses expatriados, referiu ainda o cofundador, até porque tem a experiência de como “mudar de país e começar do zero é difícil e tem os seus momentos mais frágeis”.
 
“O mundo corporativo também tem mostrado uma boa recetividade, demonstrada por parcerias que já temos com empresas como a Uniplaces ou a Jerónimo Martins”, disse o médico, referindo que para o cliente final o valor médio é de 40 euros por consulta, enquanto através de uma empresa o valor pode chegar aos 15 euros.
 
“O valor da consulta é estipulado por cada profissional registado para cada 50 minutos de consulta, sendo que os valores das consultas são visíveis na plataforma, assim como o perfil e as áreas de especialidade de cada profissional”, precisou.
 
Os clientes devem ter apenas uma ligação à internet e uma câmara para aceder à plataforma, que utiliza uma “tecnologia de vídeo-consulta encriptada, para garantir a privacidade das sessões”.
 
Os empresários portugueses planeiam expandir o serviço para o mercado latino, de língua espanhola, no último trimestre de 2018. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar