Laboratórios reduzirão preços medicamentos contra a SIDA nos países pobres
04 abril 2001
  |  Partilhar:

Seis multinacionais acordaram “reduzir substancialmente e de forma acelerada" os preços dos fármacos contra a Sida nos países menos desenvolvidos, anunciou hoje o secretário-geral da ONU após um encontro com os seus directores em Amesterdão.
 

 

Segundo Kofi Annan, as multinacionais reconheceram a necessidade de estudar como melhorar o acesso aos medicamentos contra a Sida de organizações não governamentais (ONG) e de determinadas companhias privadas que fornecem serviços sanitários aos trabalhadores e às comunidades locais nesses países.
 

 

As ONG, como a Oxfam e os Médicos Sem Fronteiras, criticaram duramente as multinacionais farmacêuticas, considerando que põem os seus interesses comerciais e a protecção do sistema de patentes acima da saúde de milhões de pessoas.
 

 

Por seu lado, os representantes dos laboratórios assinalam que o problema não é o preço do medicamento, mas sim a falta de infra-estruturas de distribuição e redes sanitárias eficazes.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.