Laboratório farmacêutico condenado por tratamentos que causaram Cancro da Mama

Grupo norte-americano Wyeth recorre da sentença

21 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

O grupo farmacêutico norte-americano Wyeth foi condenado na semana passada ao pagamento de quase 134 milhões de dólares (94,3 milhões de euros) a três mulheres que desenvolveram Cancro da Mama devido a tratamentos hormonais contra os sintomas provocados pela menopausa.
 

 

A farmacêutica, que anunciou recorrer da sentença, reafirmou, em comunicado, que os tratamentos, aprovados pelas autoridades de saúde norte-americanas, eram "seguros e eficazes quando utilizados segundo as indicações".
 

 

As três mulheres alegaram em tribunal que a sua doença deveu-se à toma de Premarin e Prempro, dois tratamentos hormonais de substituição de estrogénio. De acordo com o advogado das queixosas, cerca de nove mil mulheres já apresentaram queixa nos tribunais contra o grupo Wyeth.
 

 

Os dois medicamentos não são comercializados em Portugal.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.