Jovens portugueses são os que mais morrem, segundo Eurostat
27 junho 2001
  |  Partilhar:

Os jovens portugueses de 15 aos 24 anos são "de longe" aqueles que mais morrem na União Europeia, principalmente devido aos acidentes de viação.
 

 

A garantia é dada por estatísticas do Eurostat, divulgadas hoje em Bruxelas, e que apontam Portugal como o Estado-membro que teve “de longe” o maior número de mortos de jovens entre 1994 e 1997: 97 por 100 mil habitantes em média anual. Seguem-se a Bélgica e Áustria, com 73 cada.
 

 

Em contrapartida, os países onde os jovens dos 15 aos 24 anos correm menos riscos de morrer são a Suécia (39), Holanda (43) e Reino Unido (51), cifrando-se a média europeia em 59 mortos.
 

 

Na UE, os homens (87) têm quase cerca de três vezes mais possibilidades de morrer do que as mulheres jovens (31). Esta relação é ainda mais acentuada em Portugal, com 149 homens para 43 mulheres.
 

 

Portugal, Grécia, Bélgica e Áustria registam as mais importantes taxas de mortalidade ligada aos acidentes de viação, enquanto a Suécia e Reino Unido apresentam as taxas mais baixas. O organismo responsável pelas estatísticas europeias referencia ainda os jovens portugueses com os que mais morrem de cancro.
 

 

Relativamente a mortes por suicídio, os países do Sul da Europa, entre os quais Portugal, são os que registam as taxas mais baixas.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.