Jovens portuguesas fumam mais

Número duplicou em quatro anos

24 outubro 2004
  |  Partilhar:

 A percentagem de jovens portuguesas com 15 anos que fuma praticamente duplicou entre 1998 e 2002, passando de 14 para 26 por cento revela um estudo europeu, que coloca Portugal nos últimos lugares no «ranking» do combate ao tabagismo. De acordo com o documento da Rede Europeia para a Prevenção do Tabagismo, que analisa a situação em 28 países europeus, 26 por cento das raparigas e 18 por cento dos rapazes afirmaram fumar, pelo menos, uma vez por semana. Essa percentagem, sobretudo a que é relativa ao sexo feminino, era bastante inferior na última vez que o estudo foi realizado, em 1997/1998. Nessa altura, só 14 por cento das raparigas e 19 por cento dos rapazes afirmava fumar. Este foi o segundo maior aumento verificado nos 28 países estudados, onde a prevalência do consumo entre as jovens diminuiu na maioria dos estados. Este factor não é alheio ao facto de Portugal ser um dos países analisados que registou das menores diminuições da prevalência do consumo entre 1985 e 2003, situada em menos de 15 por cento, um progresso considerado «muito pobre» e «preocupante». O documento, feito a partir de questionários enviados aos países abrangidos e apresentado em Bruxelas, analisa os esforços contra o tabagismo nos Estados-membros da União Europeia, mais a Islândia, Noruega e Suíça. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.