Jovem australiana muda de grupo sanguíneo após ser transplantada

Trabalho apresentado na “The New England Journal of Medicine”

12 fevereiro 2008
  |  Partilhar:

Uma jovem australiana, submetida a um transplante de fígado, também mudou de tipo sanguíneo, aponta um estudo divulgado no “The New England Journal of Medicine”.
 

 

Segundo os médicos do Children''''s Hospital at Westmead, Austrália, Demi-Lee Brennan, de 15 anos, recebeu o fígado quando tinha nove anos. Após as células estaminais do novo fígado migrarem para a medula óssea e se integrarem no sistema imunitário, a jovem passou a ser portadora do grupo sanguíneo O Rh+. Antes do transplante, apresentava o tipo O Rh-.
 

 

Os especialistas dizem não ter explicação para o fenómeno e desconhecem outro caso no mundo. Mas uma das razões apontadas pelos médicos poderá ter sido a utilização de um fígado de um dador jovem aliado ao facto de Demi-Lee ter na altura poucos glóbulos brancos.
 

 

Os especialistas também acreditam que este caso poderá conduzir a novas formas de tratamento dos transplantados, dado que, com frequência, pode acontecer síndroma da rejeição.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.