Jornadas sobre “mindfulness” revelam resultados positivos em Portugal

Participação da Universidade de Coimbra

12 fevereiro 2020
  |  Partilhar:
As primeiras jornadas de "mindfulness" (atenção plena) vão debater e apresentar resultados da sua aplicação em várias áreas e em diferentes locais do país.
 
Promovidas pelas associações para o Mindfulness e Mentes Sorridentes e Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental (CINEICC) da U. Coimbra, as Jornadas de Mindfulness e Compaixão vão realizar-se no auditório dos Hospitais da Universidade de Coimbra, com cerca de 200 participantes.
 
Em relação à educação, serão apresentados projetos que estão no terreno, designadamente em Lisboa, Coimbra e Leiria, exemplifica a U.C., adiantando que “um deles é o projeto Mentes Sorridentes, implementado por uma associação de professores em várias zonas do país, tendo revelado resultados muito positivos não só nos professores, mas também nos alunos e na própria vida da escola”.
 
Nos docentes, notou-se “uma diminuição do stress, da ansiedade e dor; nas crianças aumentou a satisfação com a vida e observou-se a melhoria da sua participação e rendimento escolar, assim como a diminuição de ansiedade”, concretiza à Lusa José Pinto Gouveia, catedrático da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da U.C.
 
Serão também revelados resultados da aplicação de programas de "mindfulness" em mulheres com cancro de mama, na dor crónica e no combate à obesidade e ingestão alimentar compulsiva.
 
“O ‘mindfulness’ caracteriza-se pela prática de prestar intencionalmente atenção ao que está a acontecer na nossa vida, dentro e fora de nós, com uma atitude de aceitação e sem ajuizar, ou seja, um treino mental que ensina as pessoas a lidarem com os seus pensamentos e emoções”, explica o docente da FPCEUC.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar