Jogos Olímpicos: autoridades sanitárias fazem esforços para reduzir risco de epidemias

Redução do tempo de diagnóstico é uma das apostas

05 julho 2012
  |  Partilhar:

As autoridades sanitárias britânicas querem reduzir o tempo de diagnóstico e vigilância dos sintomas declarados por pacientes para diminuir o risco de epidemias durante os Jogos Olímpicos Londres2012.

 

A Agência para a Proteção de Saúde (HPA na sigla inglesa) revelou ter desenvolvido um teste que reduz de vários dias para menos de 24 horas a deteção de vírus, bactérias e parasitas responsáveis por doenças gastrointestinais.

 

Estas enfermidades já registam normalmente um acréscimo de casos durante o verão, mas um grande evento de massas cria condições para uma ampliação do contágio.

 

"Tivemos no ano passado e teremos este ano, mas é provável que desta vez seja relacionado com os Jogos Olímpicos", admitiu o responsável da HPA, Brian McCloskey.

 

A notícia avançada pela agência Lusa dá conta ainda que a entidade melhorou também o sistema de monitorização dos sintomas para detetar doenças antes de estas serem confirmadas, através dos dados recolhidos em hospitais, centros de saúde ou nas linhas telefónicas do serviço nacional de saúde.

 

Por outro lado, os médicos e hospitais vão estar mais atentos a doenças infeciosas graves que tenham chegado do estrangeiro, tendo também aumentado a capacidade de trabalho dos laboratórios.

 

"Estamos preparados para tudo, mas de forma proporcionada", garantiu Justin McCracken, presidente executivo da HPA, que espera apenas um acréscimo de entre três e cinco por cento do movimento nos serviços de saúde durante os Jogos Olímpicos.

 

O responsável desvalorizou um risco acrescido de uma epidemia de gripe ou de um ato de terrorismo biológico, vincando que os mecanismos nacionais já estão preparados para lidar com estas situações.

 

McCracken reforçou que a melhor forma de evitar problemas é seguir precauções básicas como uma boa higiene, praticar sexo seguro e evitar os abusos de álcool.

 

Milhões de pessoas são esperadas em Londres para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, incluindo espetadores, quase 20 mil atletas e membros de delegações e mais de 20 mil jornalistas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.