Jacto de plasma indolor pode substituir broca do dentista

Estudo publicado no "Journal of Medical Microbiology"

27 janeiro 2010
  |  Partilhar:

Foi desenvolvida uma nova tecnologia de tratamento dentário à base de jactos de plasma que, segundo os cientistas, reduzirá significativamente a dor e o desconforto causados pelos tratamentos convencionais com a broca do dentista.

 

Normalmente, o dentista utiliza a broca para limpar as bactérias alojadas nas cavidades do dente (cáries) antes de as preencher. O estudo, realizado pela Universidade de Saarland, na Alemanha, e relatado no "Journal of Medical Microbiology", permitiu constatar que o jacto de plasma foi capaz de fazer a limpeza de forma rápida e eficaz, mesmo quando as bactérias estavam alojadas na dentina, a parte principal do dente, que se situa por baixo do esmalte.

 

Stefan Rupf, que liderou o estudo, afirmou à BBC que a baixa temperatura do plasma conseguiu matar os micróbios e preservar o dente. "A broca é uma experiência que gera muito desconforto e, algumas vezes, dor. Por outro lado, o plasma frio é um método que não entra em contacto directo com o dente é muito eficaz e é indolor", afirmou o cientista à mesma publicação.

 

Segundo o investigador, o tratamento clínico poderá ser usado amplamente dentro de três a cinco anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.