IVG: Referendo interno na Universidade da Beira Interior

“Sim” vence entre comunidade académica

13 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

O "sim" à despenalização da IVG (Interrupção Voluntária da Gravidez) venceu num referendo interno na Universidade da Beira Interior, organizado na semana passada pela associação académica local, e em que a maioria da comunidade académica se absteve.
 

 

De um universo de cerca de 6.500 pessoas, entre alunos, professores e funcionários, 493 responderam à mesma questão que vai ser colocada no referendo de 11 de Fevereiro: “Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?” Um total de 79,92% respondeu "sim", refere Fernando Jesus, presidente da AAUBI. Participaram no referendo interno 424 alunos, 41 funcionários e 28 professores.
 

 

"Realizámos esta acção, aberta a toda a comunidade académica, porque achamos que não há informação suficiente na UBI. Há muita gente, tanto alunos como funcionários, que nem sabem que vai haver referendo a nível nacional", explica Fernando Jesus.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.