IVG a pedido da mulher no primeiro mês de aplicação da nova lei

Dados oficiais veiculados pela DGS

21 agosto 2007
  |  Partilhar:

 

Mais de 500 mulheres abortaram desde 15 de Julho, quando entrou em vigor a lei da despenalização da Interrupção Voluntária da Gravidez (IVG), aprovada em referendo, revelam dados oficiais, divulgados pela Direcção-Geral de Saúde (DGS).
 

 

Ao todo, foram 526 as interrupções feitas até hoje a pedido da mulher, mais de metade (53,99 %) na Região de Lisboa e Vale do Tejo. Segue-se as regiões Norte (22,24 %), Centro (15,78), Algarve (4,37) e Alentejo (3,61). Sobre as regiões dos Açores e da Madeira, a DGS não forneceu quaisquer números.
 

 

Contactado pela Lusa, o director-geral de Saúde, Francisco George, escusou avançar com qualquer análise destes números, afirmando que só será possível fazê-lo no final dos primeiros três de aplicação da lei, a 15 de Outubro.
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.