Ioga alivia a dor e melhora função dos doentes com fibromialgia

Estudo publicado na revista “Pain”

20 outubro 2010
  |  Partilhar:

As mulheres com fibromialgia podem reduzir os sintomas da doença e melhorar a sua função praticando ioga, refere um novo estudo publicado na revista “Pain”.

 

Neste estudo, os investigadores optaram por analisar apenas as mulheres, dado existir uma alta prevalência da doença no sexo feminino (80%).

 

Para participarem no estudo, as pacientes tinham de satisfazer os seguintes critérios: terem sido diagnosticadas com a doença há, pelo menos, um ano e estarem estáveis da sintomatologia há pelo menos 3 meses (quer tomassem ou não medicação).

 

As mulheres foram divididas aleatoriamente em dois grupos: um, composto por 25 voluntárias, participou no programa de ioga integral, enquanto o segundo grupo, composto por 28 mulheres, recebeu um tratamento padrão.

 

O programa de ioga integral incluía 40 minutos de alongamentos leves, 25 minutos de meditação profunda, 10 minutos de exercícios de respiração, 20 minutos de apresentação sobre os princípios de ioga e 25 minutos de conversa sobre as experiências vividas pelas participantes na prática de ioga.

 

Os resultados indicaram que as que participaram no programa apresentaram maiores benefícios na redução dos sintomas da doença, incluindo dor, fadiga, problemas de sono e distúrbios de humor, comparadas àquelas que receberam o tratamento padrão. Além disso, também aumentaram a capacidade de realizar as tarefas quotidianas e apresentaram melhores estratégias para lidar com a dor e com a doença.

 

“Embora o ioga seja praticado há milénios, apenas recentemente os investigadores começaram a demonstrar os seus efeitos em pessoas que sofrem de dor crónica”, destacou o líder da investigação James Carson, da Oregon Health & Science University, EUA, acrescentando que “as descobertas desse estudo piloto oferecem um apoio preliminar, mas promissor sobre os efeitos benéficos do ioga em pacientes com fibromialgia”.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

É verdade!

Tenho uma aluna que chegou com diagnóstico de Fibromialgia, cheia de dores e mal humor, e com pouco tempo de prática mostrava-se leve, alegre e sem dores. Vale a pena a fusão da Ciência com a Yoga.Namastê!

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.