Investigadores portugueses publicam estudo sobre inibidor do HIV

Acção molecular ainda era desconhecida

09 outubro 2003
  |  Partilhar:

Dois investigadores portugueses que estudaram as propriedades moleculares de um novo inibidor do vírus da imunodeficiência humana (HIV), o T20, concluíram que este abre caminho a uma nova geração de fármacos mais eficazes contra a sida. O estudo - realizado por Miguel Castanho, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e Nuno Santos, da Faculdade de Medicina de Lisboa - vai ser publicado no «Biochemical Journal», uma revista britânica da especialidade. O T20, também conhecido pelo seu princípio activo, Enfuvirtida, é considerado pioneiro por impedir o vírus de entrar nas células, ao invés da estratégia tradicional de o combater no interior das células humanas. Apesar da sua eficácia clínica ser já conhecida, sendo comercializado desde este ano tanto nos Estados Unidos como na Europa, o mecanismo de acção ao nível do detalhe molecular ainda era desconhecido. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.