Investigadores portugueses desenvolvem nova geração de sistemas de diagnóstico

Estudo destacado na revista “Nature Photonics”

21 maio 2009
  |  Partilhar:

Uma investigação na área dos metamateriais em curso na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) poderá contribuir para uma melhoria drástica da resolução dos sistemas de diagnóstico médico, sem efeitos colaterais adicionais para os pacientes, bem como para o desenvolvimento de sistemas de detecção e identificação de radiofrequência com muito maior sensibilidade.

 

Os metamateriais são materiais “produzidos artificialmente e formados por microestruturas, cuja geometria - e não a substância, como em materiais convencionais - determina a forma como interagem com a luz”, explicou o líder da investigação, Mário Silveirinha, à ALERT. “Estes materiais possibilitam a focagem de objectos com super-resolução, ultrapassando as restrições dos sistemas convencionais cujo desempenho é limitado pela difracção da luz”, acrescentou ainda.

 

O estudo, que teve início em 2007, tem por objectivo desenvolver sistemas de imagem com super-resolução, permitindo aumentar claramente a definição de imagens de um dado objecto em análise e, consequentemente, facilitar um diagnóstico mais claro.

 

Esta investigação, da qual já resultaram vários artigos científicos, o mais recente publicado na revista “Physical Review Letters” e destacado na edição de Maio da revista “Nature Photonics”, apresenta potencialidades de aplicação em áreas muito diversas, entre outras a Biologia, a Medicina (nomeadamente na imagiologia por ressonância magnética), as Telecomunicações e as Nanotecnologias emergentes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.