Investigadores norte-americanos clonam veado pela primeira vez

Progresso experimental tem em vista a conservação de espécies

23 dezembro 2003
  |  Partilhar:

Investigadores norte-americanos conseguiram clonar pela primeira vez um veado de cauda branca, o que constitui um «progresso» experimental com vista a conservar espécies de veados ameaçadas.O animal clonado - a que foi dado o nome de «Dewey» - nasceu de uma mãe portadora em Maio passado mas só foi certificado como geneticamente clonado após uma recente análise de ADN, informaram investigadores da Universidade A&M do Texas.«Dewey está a desenvolver-se normalmente para um enho da sua idade e parece estar de boa saúde», refere um comunicado emitido por Mark Westhusin, da Faculdade de Veterinária daquela universidade e investigador chefe do projecto. «Tem estado a ser alimentado com biberão e a ser estragado com mimos desde que nasceu», acrescenta o comunicado. Para criar o clone, foram isoladas células provenientes de amostras de pele de um gamo do Texas.Como primeiro veado clonado, Dewey poderá ser útil para a salvaguarda das espécies de veados ameaçadas, nomeadamente o veado de Key West, da Florida, segundo os investigadores. Os veados de cauda branca são os mais numerosos na América do Norte mas a sua clonagem pode ser usada em certas circunstâncias para preservar o capital genético de animais com alto património genético mortos de morte natural ou numa caçada, explicaram. A Universidade A&M já procedeu à clonagem de vários animais (boi, cabra, porco e gato).Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.