Investigadores espanhóis criam diagnóstico para vício do jogo

Questionário desenvolvido permite identificar possíveis doentes

19 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

Investigadores da Universidade de Granada, no sul da Espanha, desenvolveram um método de diagnóstico para revelar o vício por jogos de azar, problema que atinge actualmente mais de meio milhão de pessoas naquele país.
 

 

O projecto, dirigido pelo professor de Psicologia Social José María Salinas, foi desenvolvido em colaboração com a Federação Andaluza de Jogadores Reabilitados (Fajer) com uma amostra de 64 jogadores em fase de reabilitação. A equipa trabalha no projecto desde 1996.
 

 

Com o intuito de avaliar o grau de vício, foi elaborado um questionário com 50 perguntas, cujas respostas permitiram aos investigadores identificar características dos portadores desse problema. O questionário de diagnóstico concentra-se no grau de repercussão do jogo nas relações familiares, pessoais e laborais, motivos pelos quais se joga ou os efeitos emocionais que as apostas produzem.
 

 

De acordo com Salinas, este é o único questionário que pretende provar que o jogo intenso é um vício "com as mesmas características que a dependência das drogas, envolvendo o mesmo sistema de recompensa que é o prazer experimentado pelo jogador".
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.