Investigadora premiada por criar a primeira consulta do pé diabético

Iniciativa reduziu taxa de amputações em 50%

15 março 2010
  |  Partilhar:

A investigadora portuguesa Beatriz Serra recebeu, no sábado passado, o maior prémio nacional na área da diabetes pelo seu trabalho na implementação da primeira consulta hospitalar do pé diabético em Portugal, que permitiu evitar muitas amputações.

 

Desde que a consulta foi criada no Hospital de Santo António, no Porto, registou-se uma diminuição de 50% na taxa de amputações dos membros inferiores. Em 2008 realizaram-se em Portugal 1.600 amputações, 56,25% das quais acima do joelho.

 

O 4.º Prémio Sanofi-Aventis/Sociedade Portuguesa de Diabetologia, de 7.500 euros, foi entregue no encerramento do 9.º Congresso Português da Diabetes.

 

O pé diabético, um termo genérico referente aos problemas que surgem nos pés das pessoas que sofrem de diabetes mellitus, é a principal causa de amputação do mundo. É provocado pelas lesões nos pés decorrentes de neuropatia periférica (em 90% dos casos), doença arterial periférica e deformidades, que conduzem a um quadro de infecção, ulceração e/ou destruição de tecidos profundos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.