Investigadora portuguesa vence Prémio Sérgio Vidal

Galardão atribuído pela Universidade de Santiago de Compostela

09 abril 2007
  |  Partilhar:

 

A investigadora portuguesa Patrícia Castro, do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), é a vencedora do III Prémio Sérgio Vidal, atribuído pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha.
 

 

Patrícia Castro foi distinguida pelo trabalho "PAX8-PPARg rearrangement is frequently detected in the follicular variant of papillary thyroid carcinoma", publicado no ano passado no “Journal of Clinical Endocrinology Metabolism”, que é considerada a revista de Endocrinologia mas prestigiada do mundo.
 

 

“A relevância deste trabalho reside no facto de questionar a classificação dos tumores da tiróide que está actualmente definida”, afirmou a investigadora, em declarações à Lusa, recordando que estes tumores estão actualmente classificados em foliculares e papilares.
 

 

Segundo Patrícia Castro, que está a fazer o pós-doutoramento em Cancro da Tiróide, o estudo, ao nível molecular, “mostra que algumas variantes dos carcinomas papilares são mais parecidos com os foliculares do que propriamente com os papilares”.
 

 

“Agora, o próximo passo é tentar perceber se estas diferenças ao nível molecular se manifestam no comportamento clínico dos tumores”, acrescentou a investigadora.
 

 

Fontes: Lusa e Público
 

MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.