Investigador português troca Yale pela Universidade do Porto

João Morais Cabral estuda proteínas das membranas celulares

17 dezembro 2006
  |  Partilhar:

O cientista português João Morais Cabral vai trocar a universidade norte-americana de Yale pelo Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), ligado à Universidade do Porto (UP).
 

 

"Ele é realmente muito bom. A sua vinda para Portugal só pode ser saudada", afirmou Júlio Borlido Santos, do Núcleo de Investigação Científica do IBMC, que será a "oficina" de trabalho, do ainda professor assistente de Yale, uma das mais reputadas universidades norte-americanas, durante os próximos cinco anos.
 

 

João Morais Cabral, 41 anos, regressará de Yale em Janeiro ou Fevereiro e deverá montar a sua estrutura de investigação no Porto até Outubro, acrescentou Júlio Borlido Santos. O cientista vai incidir os seus estudos, em Portugal, na área da estrutura das proteínas das membranas celulares, em particular de um transportador de iões de sódio e potássio.
 

 

O investigador, que se formou na Universidade do Porto, também desenvolveu investigação na área da Biologia Molecular em Edimburgo (Escócia), Boston, Leicester e Nova Iorque e tem diversos trabalhos publicados em revistas científicas internacionais, nomeadamente a "Science", "Nature" e "Cell".
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.